• Verde em Casa

Dicas Infalíveis para Cultivar Salsa em Qualquer Época do ano em Apenas 4 etapas

Quem é apaixonado por culinária, sabe que o segredo de uma boa comida é usar os temperos certos. A salsa, por exemplo, é um dos temperados mais versáteis utilizados na cozinha, com sabor e aroma únicos, e pode ser utilizada em diversos pratos, desde sopas, risotos, legumes cozidos, até em saladas, sanduíches e muito mais. Com as dicas desse artigo você vai conseguir cultivar as salsas mais saborosas possíveis e ter sempre fresquinhas para utilizar em seus pratos.

A salsa, também conhecida como salsinha, é uma planta que vem sendo cultivada desde a antiguidade, e atualmente é a erva mais utilizada na culinária do ocidente. Apesar de ser mais conhecida como uma erva de folhas, existe uma variedade pouco conhecida que produz raízes mais grossas, com sabor característico forte e de cor branca. As folhas das salsas podem apresentar variações de folhas lisas e folhas crespas.


Essa hortaliça se desenvolve melhor se cultivada em temperatura de 10° a 22°C, mas se você tomar cuidado com geadas ou exposição ao sol intenso, ela pode ser cultivada em temperaturas mais baixas ou ainda mais altas.



Vamos ver as melhores condições de cultivo dessa erva, como usá-la como planta companheira, uso e armazenamento na cozinha e muito mais, isso tudo para aproveitar os muitos benefícios e aplicações da salsa.



1.Preparando o local para de cultivo:


Por ser uma planta rústica, essa hortaliça é capaz de se desenvolver em diversos tipos de solo, mas para que ela tenha um desenvolvimento melhor, o ideal é que o solo seja bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica e com o pH entre 5,8 e 7,2.



Preparação do substrato:

  • Coloque 4 partes de terra vegetal;

  • Para fazer a drenagem, acrescente 1 de areia grossa de construção;

  • 1 de húmus de minhoca;

  • Para adubar, acrescente 1 parte de esterco de aves ou gado;

  • E meia parte de farinha de osso (fertilizante orgânico que contém cálcio e fósforo, e evita a acidez do solo).



2. Passos essenciais na hora de plantar:


O tempo de germinação das sementes varia de 2 a 5 semanas após a semeadura. Essa variação ocorre pois suas sementes geralmente entram em dormência. Para que isso não aconteça e as sementes germinem mais rápido, você pode deixar as sementes de molho em água morna por 24 horas antes de semeá-las. Isso faz com que a dormência se quebre.


  • Semeie as sementes em local definitivo com uma profundidade de 0,5cm e cubra com uma camada fina de terra. Cuidado para não exagerar nas sementes, mas se isso acontecer, faça o desbaste posteriormente;

  • O vaso ou recipiente escolhido para o cultivo deve ter no mínimo 15 cm de profundidade;

  • Para que a salsa consiga brotar mais rápido, tente escolher uma área livre de ervas daninhas, assim a germinação da salsa poderá ocorrer em cerca de 3 semanas.


3. Cuidados importantes durante o cultivo:


O ideal para o solo é que ele deve estar sempre úmido, mas sempre livre de encharcamento, pois as raízes da salsa ficarem muito tempo encharcadas podem facilmente apodrecer.

Regue as sementes com frequência enquanto germinam, para que não fique totalmente seca. Durante o verão, em função do calor, a sua rega provavelmente deverá se intensificar.



Está gostando do conteúdo? Vou deixar aqui um tutorial completo em vídeo, onde ensino na prática como cultivar salsas. Clique abaixo no vídeo do YouTube para assistir ao tutorial. Assim você vai conseguir acompanhar na prática a como cultivar este tempero maravilhoso.




4. Colheita:

Na prática a colheita da salsa ocorre entre 60 e 100 dias dependendo do clima e condições de plantio. Quando as plantas chegarem a uma média de 10 a 17cm de altura, já está na hora de começar a colher.


Você sabia que também pode colher as raízes da salsa? Na verdade, é a porção mais saborosa de toda a planta. Raspe a raiz de salsa crua sobre as saladas para obter uma excelente crocância e um sabor ainda mais intenso.


Tenho certeza que com essas dicas super detalhadas, você não só conseguirá cultivar a quantidade de salsas que você quiser, mas principalmente nunca mais precisará perder nenhuma plantinha seguindo essas dicas.



Deixa aqui nos comentários o que você achou do conteúdo e se você gostou das dicas, curta clicando no coraçãozinho abaixo e compartilhe com os seus amigos clicando nos três pontinhos do canto superior direito do artigo!


Beijinhos verdes e muita natureza pra você.

Até a próxima.


© 2020, Todos os direitos reservados.